segunda-feira, 19 de julho de 2010

Pêra - Estação da TMN no reservatório de águas de Sentieiras. A Câmara entra no negócio imobiliário


Nada, mas mesmo nada me surpreende na Câmara Municipal de Silves.

Na passada reunião camarária, fui confrontado e passo a citar " com a proposta de delimitação da parcela que inclua a implantação do Reservatório de água do Município, pertencente ao prédio nº 28 da Secção F da Freguesia de Pêra, de modo a permitir uma eventual aquisição desta parcela por parte deste Município".

E tudo porque a TMN solicitara a viabilidade de instalação de uma sua estação de telecomunicações no dito Depósito " mediante a celebração de contrato de arrendamento, por uma renda anual de € 2 400”.

Choca-me que a Autarquia se lembre de regularizar juridicamente o seu património porque tal é necessário ao negócio em causa.

Perturba-me que enverede pelo Mundo dos negócios, sem ter consultado a Junta de Freguesia e acautelado o impacto que um equipamento desta natureza e dimensão, possa ter junto das Populações.

Para já não falar do proprietário do terreno, onde se situa o Reservatório de Agua, que, no processo, não é dado nem achado. A não ser que, tenha sido assegurado o seu consentimento por outra forma...

Os Vereadores do PS, por proposta da Drª. Lisete Romão, propuseram e foi deliberado que a Junta de Freguesia de Pêra fosse chamada a pronunciar-se sobre a bondade desta pretensão.
 
Fernando Serpa
 

Sem comentários:

Publicar um comentário